Proposta de ACT 2017/2019 e PPR 2017 da Claro é aprovada em Brasília

370 trabalhadores nas assembleias: 273 votos a favor e 97 contra.

Autor: Redação Sinttel
Contato: cpd@sinttel.org.br

Os trabalhadores da Claro Brasil reunidos nas assembleias realizadas na manhã desta quinta-feira, 11/01, aprovaram a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2019 apresentada pela empresa. A categoria aceitou também os critérios de participação nos lucros e resultados, o PPR/2017. Somente depois das assembleias nos demais Estados da base da FITRATELP é possível saber se a proposta foi aprovada em nível nacional.

Para garantir a participação democrática e soberana dos companheiros, a votação ocorreu em dois locais. Às 8h o Sinttel-DF instalou uma urna em frente ao Prédio da Embratel, no Setor Comercial Sul (SCS), para coletar os votos dos trabalhadores e às 11h, no ETCO, no Setor Comercial Norte (SCN), a votação foi realizada por aclamação dos presentes.

De acordo com a lista de presença, 370 trabalhadores participaram das assembleias, sendo que deste total foram contabilizados 273 votos a favor da proposta e 97 contra. Veja os números nos locais de votação:

Prédio da Embratel – 153 votos pela aprovação, 89 votos pela rejeição; Prédio da Claro (ETCO) - 120 votos pela aprovação, 8 votos pela rejeição da proposta.

Durante as assembleias, os diretores do Sinttel-DF Lula Torres e Fernando Diniz explicaram aos trabalhadores que as negociações com a Claro em 2017 foram difíceis, uma vez que a empresa não avançava na pauta de reivindicações da categoria e também demorou na formalização de uma proposta junto à CCN FITRATELP/Claro capaz de ser levada à apreciação e deliberação dos companheiros.

O Sinttel-DF agradece a participação expressiva dos trabalhadores nas assembleias e na Campanha Salarial de 2017. É importante lembrar que vivemos um momento muito difícil para a classe trabalhadora brasileira, o que exige de todos nós mais empenho na luta para preservar os direitos e conquistas da categoria. Somente juntos seremos mais fortes para enfrentar esses desafios. Parabéns a todos! A luta continua!

RESUMO DA PROPOSTA DE ACT 2017/2019 e PPR 2017

•Reajuste Salarial: 2,07%, exclui gerentes e diretores; (INPC do período 1,73%, portanto aumento real de 20%.)

•Vale Refeição/Alimentação: 2,07%;

•Auxílio Creche: 2,07%;

•Quebra de Caixa (Caixa de loja): 2,07%;

•Índices retroativos à data-base 1º de setembro de 2017;

•Para as cláusulas financeiras, os valores serão revistos na data base em 2018.

•TODAS as horas extras realizadas vão para o banco de horas;

•ESCALAS de Revezamento não fixas e escalas 12X36 em Acordo Coletivo;

•SEM antecipação de 50% do 13º salário em fevereiro, somente quando da opção pelas férias;

•SEM estabilidade de um mês após o retorno de férias;

•SEM reajuste para o piso salarial (0%);

•SEM reajuste para o Auxílio PNE;

•PPR elegibilidade de 30 dias – pagamento até 31 de março.

•Manutenção das demais cláusulas do ACT anterior.





Data

11/01/2018

Veja mais notícias sobre o assunto, compartilhe essa notícia

Campanha Salarial

Comente